O CONSERVADORISMO, A MORAL E O LIBERALISMO
 ICBR       09-FEV-2021

O CONSERVADORISMO, A MORAL E O LIBERALISMO

Aurélio Goncalves

Presidente IBCR-BRASIL

Talvez a única razão real para a subida do conservadorismo no Brasil na atual conjuntura seja porque o governo vai dando de si uma imagem cada vez mais familiar e costumes tradicionais em relação ao passado não muito longe. O atual conservadorismo recuperou a alma verdadeira social na oposição aos corruptos e sem moral. A moção de estratégia da moral e do liberalismo para as próximas décadas exige o aumento da taxa de credibilidade na família, justiça e economia apesar de dificuldades encontradas em unir as correntes do liberalismo. Ser conservador no Brasil avança de forma heroica contra intenções retrógadas e corruptas não muito distante historicamente.

Pode certamente o conservador ser posto com resultado de uma visão mais aprofundada até mesmo a moral precisa ter um raciocínio sobre a pura solução no Brasil contra o pseudocinismo social que a um tempo não longo era considerado chique no ponto de vista da conjuntura econômica, da moral e de injustiças sociais as quais se revelaram como modelos de filantropia desinteressada. O conservadorismo tem pactuado em todas as conjunturas do socioeconômica com suas tradições nos últimos dez anos, especialmente em favor dos mais favorecidos e há que participar dessa ressaca moral de aproveitadores e clientes da mesmice. O repensar da moral e costumes em ser conservador deve, conforme o receio da crise económica mundial acabe tão depressa e que as suas consequências deixem a sociedade sem moral e desprovida de tradições ricas da sociedade cair para favorecer os verdadeiros brasileiros.

Mas a moralização do conservadorismo  e liberalismo chega com fartura, porque a atual conjuntura pede para a volta de tradições da família de costumes tradicionais, onde a religião, justiça e o liberalismo adverte em favor das reivindicações excessivas dos brasileiros patriotas .O liberalismo não é uma questão de  uma simples boa vontade dos governantes, mas de necessidade do modo de viver da  produção de riqueza e que se revela uma solução no meio conservador, que não tende a  ser mera justiça introspectiva Ademais,  não será por meio da generosidade de alguns que se vai consolidar o verdadeiro conservador no cenário brasileiro ,mas através de uma boa causa, da moral e de tradições conservadoras pode haver a  paz social.

Compartilhe esse post:

Comentários

HISTÓRIA DO ICBR
Feliz aniversário Presidente Aurélio !
Almoço de conservadores em Fortaleza
INSTITUTO CONSERVADOR DO BRASIL
I ENCONTRO DIRIGENTES ICBR
O Papel dos conservadores nas eleições de 2022